Política e Sustentabilidade sob um ângulo crítico
Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009
A dialética do etanol brasileiro

O termo "dialética" é muito usado na academia e pouco apropriado por pessoas comuns, como eu. Coloco o termo aqui para tratar de um tema em pauta na atualidade que é a questão dos chamados "biocombustíveis".

Na prática o termo "biocombustíveis" poderia ser chamado pelo MST, por exemplo, como "agrocombustíveis". O que parece uma simples troca de prefixo, indica uma questão de fundo importante. Mas não vou entrar neste debate agora.

Refiro-me à dialética do etanol para ilustrar os dois lados da moeda do tema.

Notícias divulgadas nestes dias, CLIQUE AQUI, mostram o quanto o tema está em pauta no mercado mundial - EUA, Suécia e tantos outros países industrializados estão de olho no nosso etanol. Não nos iludemos, pois o plantio de cana avança no interior do país (já chegou com força no Centro-oeste e já avança para o Norte, leia-se Amazônia). Se a crise econômica deu uma freada neste avanço, pelo menos por enquanto, não se sabe quais impactos ela proporcionará no médio prazo.

Se as condições de "temperatura e pressão" se mantiverem, o cenário que podemos esperar não é nada animador. Áreas crescendo com cana, com pouca preocupação com convervação de solo e manutenção das APP e Reserva Legal. Por outro lado, este novo mercado tem alimentado a economia de algumas cidades pequenas do interior do país. Taí a tal dialética do etanol no Brasil.



publicado por fabiodeboni às 11:01
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009
Prêmio de Irresponsabilidade Ambiental

Curiosa a reportagem publicada há pouco no site G1, cometando sobre uma empresa de mineração americana que recebeu o prêmio de irresponsabilidade ambiental e social no Fórum Econômico de Davos.

CLIQUE AQUI para saber mais.

No Brasil há uma iniciativa semelhante, puxada pelo Greenpeace, que se chama "Prêmio Motoserra de Ouro". Para saber mais, CLIQUE AQUI.

Sou a favor de iniciativas como estas, pois, no mínimo, constrangem a opinião pública e o cidadão de um modo geral...

 



publicado por fabiodeboni às 00:29
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009
Aquecimento global: risco de paralisia

Notícias sobre Aquecimento Global e Mudanças Climáticas são cada vez mais comuns nos meios de comunicação e na internet. Há abordagens diversas, algumas poucas interessantes e outras tantas deixando a desejar em diversos aspectos. Há um estudo, bem interessante, da ANDI (Agência de Notícias dos Direitos da Infância) que discute a questão. CLIQUE AQUI para conhecê-lo.

Uma reportagem publicada no Estadão desta 3a feira chama atenção, não pela informação que apresenta, mas por ser um bom exemplo de como a mídia pode cumprir um papel de paralisia no combate à mudança climática. CLIQUE AQUI para acessar a matéria. Ela diz que os efeitos do aquecimento global vão durar mais de 1.000 anos, o que nos levaria a crer que o "barco já foi para o brejo".

De fato, visões alarmistas e catastróficas têm sido utilizadas como meio de sensibilização (ainda que pelo "choque") de muitos atores estratégicos envolvidos com o tema, mas elas podem cumprir um papel inverso, na medida em que pode gerar histeria e paralisia. Já nos demos conta disso?

Aí, vejo um flanco importante de debate que a educação ambiental pode cumprir. Discutir estas abordagens é papel crucial da EA, ainda pouco explorado na atualidade.

Por fim, a mesma reportagem oferece um link para uma ferramenta bastante interessante. CLIQUE AQUI para acessá-la. É um infograma que mostra a evolução na emissão de CO2 dos países ao longo dos anos. Se, devidamente utilizada, a ferramenta pode ser um baita instrumento didático na discussão sobre o tema.

 



publicado por fabiodeboni às 23:32
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009
Obama mostra a cara

A primeira medida "verde" anunciada por Obama, ainda que passível de críticas, representa uma vitória no novo rumo que a política ambiental americana pode tomar. CLIQUE AQUI para saber mais sobre a notícia.

As críticas poderiam vir na linha do "isto é pouco", "é apenas remendo", e assim por diante, mas se considerarmos os 8 desastrosos anos de governo Bush, a medida tomada por Obama é um avanço.

Seguimos acompanhando e esperançosos de que novas medidas virão e que pautarão com mais força a agenda ambiental global na próxima década que se aproxima.



publicado por fabiodeboni às 23:03
link do post | comentar | favorito
|

Contagem regressiva - Fórum Social

Começa amanhã em Belém o Fórum Social Mundial. É curioso como a grande mídia boicota o evento. Pouco se vê nos noticiários sobre o Fórum. Até mesmo na internet (numa busca rápida do google) nota-se que há um presença grande de jornais locais e regionais em detrimento dos "grandes".

 

O clima propagado na mídia sobre o Fórum é o seguinte: CLIQUE AQUI. Como se vê, recheado de pitadas e crítica ideológica.

Aos amigos que já estão em Belém, peço a gentileza de compartilhar conosco os informes e acontecimentos que forem rolando no Fórum. Sei que são muitas coisas, mas seria importante oferecer aqui no blog algum contraponto à fraca cobertura da grande mídia.

Sinceramente, já estive mais animado nas outras edições do FSM. Atualmente, estou tão enlouquecido com trabalho e família que pouco me resta de neurônio e energia para focar no FSM. Seria este um sintoma de que o slogan do "outro mundo é possível" está se tornando algo bonito mas distante na prática ou apenas uma reflexão infeliz de uma pessoa com excessiva dose de realismo e pouca dose de utopia? Não sei se a resposta é binária, mas percebo que outras pessoas com as quais convivo também compartilham parte deste sentimento que expresso aqui.

Isto, em nada tira o brilho e a importância do FSM. Talvez aponte para a necessidade dele ser revisitado com mais frequência, sob a pena de se tornar em apenas um "é vento" de poucos dias de duração, enquanto o mundo segue no restante do ano na trilha do "salve-se quem puder".

Indagações nada boas para se começar mais uma semana....



publicado por fabiodeboni às 12:05
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 25 de Janeiro de 2009
O aquecimento global de cima

O Japão surprendendo como sempre, lançou na 6a feira o primeiro satélite para observação dos gases do efeito estufa. CLIQUE AQUI e saiba mais. Se um país como o Japão já tomou a iniciativa, é porque o tema tem grande relevância estratégica no futuro. Imagine só a quantidade de informações e dados que o satélite permitirá levantar, e o quanto isso tudo vai significar em termos estratégicos para o Japão?

 

Esta é uma tendência atual: os países vão precisar "bombar" suas instituições de pesquisa e de ciência e tecnologia para melhor acompanharem os efeitos das mudanças climáticas. Como tem se visto, o tema veio para ficar e para ditar o rumo do planeta nas próximas décadas.



publicado por fabiodeboni às 13:02
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009
Mudanças Climáticas na prática

Outro dia, conversando com um colega, nos demos conta de como os fenônemos climáticos vem se tornando algo cada vez mais visíveis no dia a dia. Estãções que tinham chuva bem distribuída estão concentrando as águas, períodos de secas estão se agravando, vive-se as 4 estações num só dia, e assim por diante.

Eu mesmo, vivendo em Brasília há 6 anos, noto que o clima vem mudando. Os céticos poderiam dizer que 6 anos é pouco tempo para conclusões científicas, mas como não sou cientista e tão pouco cético, digo o que venho sentindo na pele. Janeiro, por exemplo, era um mês de muita chuva, mas bem distribuída nos dias. Ficava aquela chuvinha praticamente o dia todo, difícil acreditar nisso numa cidade que é conhecida por seu clima de "deserto". Hoje o que venho sentindo é que os dias com chuva diminuíram, concentrando a água em temporais, seguido de dias de intenso veranico.

 

Algo parecido vem sendo sentido e percebido por outras pessoas em outras cidades brasileiras. É o que a reportagem do Estadão desta 6a feira noticiou. CLIQUE AQUI para ler.



publicado por fabiodeboni às 23:53
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009
O que esperar de 2010

Muito interessante o artigo do Prof. José Eli da Veiga (USP) publicado no Valor Econômico de 4a feira. Intitulado "A encrenca de 2010" ele traça um cenário de disputa dos dois projetos de desenvolvimento para o país, capitaneado pelo PT e pelo PSDB. Já se sabe de antemão que tudo indica que amos partidos polarizarão o processo eleitoral de 2010, e, como bem analisa o artigo, ambos não têm uma proposta decente para entrentar o desafio ambiental global.

CLIQUE AQUI para ler o artigo.

Ainda que haja diferenças entre os dois projetos para o país, nenhum deles consegue propor a ruptura necessária no modelo de desenvolvimento tupiniquim à luz das variáveis da sustentabilidade. Alias, qual força política consegue propor esta ruptura no Brasil atual?



publicado por fabiodeboni às 23:33
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009
Semana do Meio Ambiente em Angola

Curioso para nós aqui no Brasil, se inicia na próxima 2a feira a Semana Nacional do Ambiente em Angola repleta de atividades. CLIQUE AQUI para saber mais.

Interessante, pois ao navegar nas páginas oficiais do governo angolano pude constatar que o então MInistério de Urbanismo e Ambiente (MINUA) foi desmembrado, e agora são dois. Para a área ambiental, indica uma importante vitória a criação de um Ministério específico para a pasta ambiental. CLIQUE AQUI para acessar a página oficinal do MINAM.

 

E para finalizar, não poderia deixar de oferecer uma visão mais crítica à política ambiental do governo Angolano. Descobri, por acaso, num site do Clube dos Angolanos no Exterior, um texto falando sobre a questão ambiental e de saúde pública. CLIQUE AQUI para acessá-lo. É certamente uma leitura bem interessante.



publicado por fabiodeboni às 23:47
link do post | comentar | favorito
|

Obama no poder

Manchete de todos os jornais e portais de notícias do mundo, a posse do democraca Obama na presidência dos EUA não poderia passar em branco por aqui. Enquanto durante a campanha a grande mídia brasileira dava sinais de que preferia o republicano, agora ela é só Obama. Estranho para quem remou contra meses atrás.

O fato é que a mobilização gerada pela posse de Obama comoveu o mundo e mostrou o quanto há de esperança em torno desta nova gestão dos EUA. Fato parecido (e guardadas as devidas proporções) me fez rememorar a posse de Lula em 2003...

Obama assume um país cheio de desafios: conflito no Iraque e no Oriente médio, Guantánamo, crise mundial, perda da hegemonia americana, etc. Sem dúvida a questão ambiental é também um desafio, mas dentre os "abacaxis" que Obama deverá descascar, este tema ficará para segundo plano.

Mas espera-se que sua gestão seja infinitamente melhor que a de Bush. Aliás, seria difícil não ser diferente.



publicado por fabiodeboni às 11:37
link do post | comentar | favorito
|

quem sou eu?
pesquisar
 
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


Estatísticas de Acesso
arquivos

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

textos recentes

Repensando a filantropia

Lula e a destruição da me...

Análise política

Sensacionalista

Visão política

Entrevista - Boaventura

Fim do golpe?

A crise e a mídia

Marina

O silêncio de Marina

links
blogs SAPO
subscrever feeds