Política e Sustentabilidade sob um ângulo crítico
Terça-feira, 30 de Junho de 2009
O individual e o coletivo

Uma bela reportagem da Revista Página 22 nos convida a uma reflexão muito importante e pertinente para a Educação Ambiental de hoje: debater até onde vai o famoso "cada um deve fazer a sua parte" e onde se iniciam atuações mais coletivas.

 

CLIQUE AQUI para acessar a reportagem.

 

Já escrevi outras vezes sobre este debate, e penso que se trata de uma discussão fundamental para a EA. A reportagem nos oferece elementos importantes para este debate....Fica a dica....



publicado por fabiodeboni às 17:22
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 29 de Junho de 2009
De saída do governo

Não sei se comemoro ou fico "puto" com a saída do ministro Mangabeira Unger do Governo. Ele ocupava uma secretaria especialmente criada para acomodá-lo, a chamada "Secretaria de Assuntos Estratégicos", ligada à Presidência da República...

Pra quem não se lembra, ele era um crítico feroz do governo Lula no primeiro mandato, e após acordo político, migrou para a base aliada para ocupar um posto na Presdiência. E pra piorar (pra nós, ambientalistas) foi dada à ele a coordenação do PAS - Programa Amazônia Sustentável.

Pra quem também não se lembra, este fato foi considerado por muitos como sendo a gota d'água para a saída da Marina Silva do MMA....

 

E agora José? O PAS segue na SAE à espera de um novo comandante? E o MMA, segue à reboque do Plano?

É por estas e outras que não sei se comemoro ou fico "puto" com mais esta saída do governo. Nem sempre o "acordão político" resolve as coisas, aliás, poucas vezes ele resolve efetivamente algo....



publicado por fabiodeboni às 19:00
link do post | comentar | favorito
|

Desdobramentos da MP-458

De olho nos desdobramentos na MP-458, sancionada pelo presidente Lula no fim da semana passada.

CLIQUE AQUI para saber mais.

 

Algumas análises reiteram que a balança pesou para o lado dos ruralistas. Diversos outros artigos poderiam ter sido vetados pelo presidente, mas não o foram.

No Senado, Marina Silva já articula a criação de uma comissão de acompanhamento da implementação da regularização fundiária na Amazônia....Infelizmente com a crise que assola a casa, o clima por lá não poderia ser pior para assuntos importantes para o país, que não sejam questões internas e a velha política do troca-troca.....

 

Por fim, a Carta Capital desta semana traz uma reportagem de uma página fazendo um breve relato da ida do ministro Minc ao Congresso para prestar explicações à bancada ruralista por tê-los chamado de vigaristas. Infelizmente quem riu por último foram os ruralistas, pelo menos, neste episódio....

Reportagem semelhante foi publicada no Globo. CLIQUE AQUI para acessá-la.

 

Uma das críticas feitas pelos deputados à Minc é sobre a incompetência do MMA na sua gestão....Neste ponto, ao menos, temos consenso...Ao menos se a carapuça tiver servido...

Por outro lado, é preciso cuidado com o pedido de saída de Minc do MMA, feito pela bancada ruralista.

 



publicado por fabiodeboni às 14:50
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 26 de Junho de 2009
EA e Mudanças Climáticas

Em 2007 eu havia escrito um texto sobre Educação Ambiental e Mudanças Climáticas, colocando reflexões e preocupações que eu tinha sobre o atraso da EA na abordagem do tema do momento. CLIQUE AQUI para acessar o texto.

 

Ontem foi realizado em Brasília um Seminário promovido pelo WWF Brasil e Ecoar reunindo educadores(as) ambientais para debater estratégias para a abordagem do tema das Mudanças Climáticas. Tive a oportunidade de participar e de aprender...Debates muito valiosos.

 

 

 

CLIQUE AQUI para saber mais.

 



publicado por fabiodeboni às 13:44
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 25 de Junho de 2009
Veto mínimo, ruralistas e Minc

A MP-458, que será sancionada nesta 5a feira pelo Presidente Lula, terá apenas um artigo vetado, conforme indica reportagem da Folha de SP. CLIQUE AQUI.

O corte será apenas no artigo que permitia a regularização de terras na Amazônia sob posse de pessoas jurídicas (artigo 7 da MP).

Este veto mínimo pode ser encarado como uma derrota política dos movimentos ambientalistas, uma vez que a bancada ruralista conseguiu aplacar suas demandas na MP que está sendo sancionada.

Inúmeras mobilizações foram realizadas, mas, como sempre, se mostraram insuficientes para reverter a posição do presidente Lula....

 

Paradoxalmente, nesta 2a feira em seu programa semanal - Café com o Presidente - Lula enfatizou a importância das parcerias com os municípios para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. CLIQUE AQUI para ouvir o programa.

 

 * * * * * * * * * * * * *

Enquanto isso, a ida do ministro Minc ao congresso, ontem, indicou que o clima não anda nada bem entre ele e a bancada ruralista. Esta, pediu sua cabeça e está empenhada na sua saída...

CLIQUE AQUI para saber mais.

Por mais que tenhamos críticas à gestão do Minc, é imortante refletir sobre quem ganhará com a sua saída do MMA, e que poderá ocupar este espaço.....De fato, são questões preocupantes....Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.....

 



publicado por fabiodeboni às 14:48
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 24 de Junho de 2009
Movimento Marina Silva Presidente

Está em curso um movimento chamado "Marina Silva Presidente", captaneado por diversas pessoas sem qualquer vínculo partidário.

Para quem ainda não está por dentro desta história, CLIQUE AQUI.

 

 

Eu particularmente acho interessante a iniciativa e certamente ela pode alavancar desdobramentos políticos. Por outro lado, penso que dificilmente terá força suficiente para materializar uma possível candidatura da Marina para a presidência da República. Dentro do PT acho improvável (e deixo claro que falo de fora, pois não pertenço a nenhum partido), pois já parece estar bem consolidada (na marra) a candidatura de Dilma. Sair do PT e filiar-se a um novo partido parece algo pouco provável, pela própria trajetória histórica da Marina no PT. A última opção seria ela sair do PT e fundar um novo partido, o que também não soa real nesta altura do campeonato.

 

Optei por não aderir ao movimento (pelo menos até o momento), ainda que eu o esteja divulgando aqui no blog e no boca a boca. Acho a Marina uma excelente parlamentar, mas sua passagem pelo executivo (como ministra) não foi das melhores. Digo com o olhar de gestor. Acho que é inegável sua trajetória histórica na luta ambientalista, seu compromisso ético, etc. Mas sua habilidade na gestão é frágil. Por esta e por outras que tenho um certo pé atrás com esta alternativa - Marina Silva Presidente - ainda que seja um opção que não possa ser totalmente descartada no momento atual.

 

Enfim, registro aqui estas reflexões, inconclusas e pontuais....A quem possa interessar....

 



publicado por fabiodeboni às 19:11
link do post | comentar | favorito
|

Até amanhã - qual o tamanho do veto?

Se encerra amanhã o prazo para o presidente Lula sancionar a MP-458 e cresce a expectativa com o tamanho dos vetos que virão.

 

CLIQUE AQUI para saber mais.

 

Como já comentei aqui, ileso o presidente não sairá desta história....Algum ônus político ficará, seja para o lado ambientalista seja para o ruralista...A seguir cenas dos próximos capítulos....

 

 

A BBC Brasil publicou uma reportagem completa sobre a MP. CLIQUE AQUI para saber mais.



publicado por fabiodeboni às 13:35
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 23 de Junho de 2009
Queda no desmatamento

A queda no desmatamento na Amazônia, comemorada pelo ministro Minc, deve-se pouco às medidas do Plano de Combate ao Desmatamento (PPCDAM) e muito à crise econômica atual. Previsões divulgadas ontem indicam que o PIB brasileiro deverá recuar 1% este ano, e isto talvez seja o principal fator de redução nas taxas de desmatamento.

 

CLIQUE AQUI para saber mais sobre esta redução comemorada pelo ministro.

 

 

 



publicado por fabiodeboni às 14:51
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 22 de Junho de 2009
Mudanças no DEA / MMA

Na semana passada, a diretora do Departamento de Educação Ambiental (DEA) do Ministério do Meio Ambiente (MMA) reuniu sua equipe para anunciar sua saída. A justificativa foi o pífio orçamento designado pelo MMA ao DEA, pouco menos de 200 mil reais, para o ano em curso, além da falta de prioridade política para a EA.

 

 

Esta saída demonstra que a gestão anterior enfrentava situação semelhante - pouca prioridade política internamente; orçamento pífio; dificuldades administrativas da máquina pública; etc - mas lutou para ampliar estes recursos das mais diversas formas. Pelo que me lembro o orçamento do DEA no ano passado estava na casa dos 2 milhões de reais, fora as emendas parlamentares e outras fontes e parcerias. 

 

Talvez se tivessem levantado esta situação antes de pedirem a cabeça do Marcos Sorrentino, teriam pensado mais friamente ao fazê-lo. Travaram esta luta por um espaço que mal conheciam.

Afinal, qual o legado deixado por Lúcia? Sinceramente desconheço suas ações e os impactos delas neste ano e pouco em que assumiu o comando do DEA.....Ao menos se ela tivesse optado pela continuidade dos programas ao invés do desmanche, poderia ter colhido algum resultado para comemorar sua saída prematura.....

 

O que esperar agora com esta mudança....Quem assumirá e qual o rumo das políticas de EA do MMA?



publicado por fabiodeboni às 13:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Domingo, 21 de Junho de 2009
Debate sobre Código Florestal

Reportagem no Globo Rural deste domingo mostrou os diferentes pontos de vista do Ministro do Meio Ambiente e do Ministro da Agricultura sobre o Código Florestal.

CLIQUE AQUI para assistir.

 

Trata-se de um longo debate....



publicado por fabiodeboni às 12:05
link do post | comentar | favorito
|

quem sou eu?
pesquisar
 
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


Estatísticas de Acesso
arquivos

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

textos recentes

Repensando a filantropia

Lula e a destruição da me...

Análise política

Sensacionalista

Visão política

Entrevista - Boaventura

Fim do golpe?

A crise e a mídia

Marina

O silêncio de Marina

links
blogs SAPO
subscrever feeds