Política e Sustentabilidade sob um ângulo crítico
Quinta-feira, 29 de Março de 2012
Marina critica governo Dilma

Marina Silva finalmente saiu da toca e se posicionou publicamente de forma crítica com relação às políticas ambientais do Governo Dilma.

CLIQUE AQUI e leia.



publicado por fabiodeboni às 13:41
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Março de 2012
Ganhando fôlego

Com o suposto andamento nas negociações para votação da lei geral da Copa, e em consequência disso, da retomada nas negociações sobre o Código Florestal, o governo demonstra ânimo no enfrentamento destas duas matérias. Mesmo assim, tudo indica que o Código Florestal não deverá ser votado até que o decreto que anistia desmatadores vença. Dia 11 de abril é o prazo máximo deste Decreto, já prorrogado algumas vezes.
A ministra Izabella já deixou claro que se precisar, o governo prorrogará o decreto. CLIQUE AQUI e leia.



publicado por fabiodeboni às 22:31
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 27 de Março de 2012
Código Florestal: temporada de negociações aberta

O governo já admite negociar na Câmara os pontos polêmicos para tentar votar o Código Florestal o mais breve possível. Sabe que correr neste processo poderá gerar derrotas que custarão o poder de veto de Dilma, mas sabe também que será pouco provável votar o Código depois da Rio+20. CLIQUE AQUI e leia.

Um dos pontos mais polêmicos è a recomposição de APPs em áreas agrícolas já consolidadas (e em áreas urbanas). Os ruralistas querem diminuir as margens para 5 metros (ou até zerar), mas se esquecem dos argumentos científicos que defendem a relevância destas áreas.

CLIQUE AQUI e veja.

 

 



publicado por fabiodeboni às 12:29
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Março de 2012
Rapidinhas

Segue links dos programas mais atualizados do Salão Verde, da Rádio Câmara. CLIQUE AQUI e acesse. O Salão Verde vai ao ar toda 2a feira pela manhã.

 

Uma das notícias de hoje foi o lançamento do novo livro de André Trigueiro, Meu Mundo Sustentável 2. Segue o perfil do jornalista.

 

Sites anunciam que Dilma cuidará pessoalmente das negociações pró-votação do novo Código Florestal. CLIQUE AQUI e leia.



publicado por fabiodeboni às 11:44
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Março de 2012
Duas matérias, muitas sentenças...

Enquanto o presidente da Câmara, Marco Maia, trabalha para estabelecer um cronograma de votação do Código Florestal, a presidenta Dilma afirma que não quer que esta matéria seja votada sob pressão, em troca da votação da Lei Geral da Copa.

Dilma sabe que são duas matérias estratégicas e cuja pressão intercional é crescente. A Copa está aí, 2014, e a Rio+20 em junho próximo. Se um novo Código Florestal pró-ruralistas for aprovado, Dilma enfrentará sérios problemas na Rio+20. O foco cruzado será interno e externo. Por outro lado, se não conseguir negociar com a base aliada e com a oposição esta matéria, terá ainda mais dificuldades para aprovar a Lei Geral da Copa.

Neste nó, são muitas sentenças possíveis....



publicado por fabiodeboni às 15:51
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 22 de Março de 2012
Moeda de troca

Tudo indica que o projeto do Código Florestal será usado como moeda de troca para a votação da Lei geral da Copa. A derrota de ontem sofrida pelo governo no Congresso revela isso. O problema é que a negociação será política e não levará em conta aspectos técnicos e científicos do Código Florestal.

Creio que Dilma e sua trupe estão errando ao não negociar politicamente com partidos da base que estão descontentes (leia-se: PMDB, PR e PDT). Estes dois últimos querem indicar novos ministros ao Ministério dos Transportes e Trabalho, respectivamente. Isso faz parte do "governo de coalizão". É possível sim ser técnico, como Dilma tem procurado ser, mas até certo ponto. Se não for política também (me refiro à velha forma de fazer política), poderá jogar a perder aspectos técnicos importantíssimos e aprovar um novo Código Florestal que agradará mais ao mercado e ao agronegócio e menos à sociedade....

 

...sniff, sniff pra nós....



publicado por fabiodeboni às 10:56
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
MDA e IICA organizam congresso virtual para discutir temas da Rio+20

Durante três semanas, especialistas de diversas áreas e representantes da sociedade civil estarão reunidos, virtualmente, em torno de temas como a economia verde, a segurança alimentar, a produção e o consumo sustentáveis e mudanças climáticas. É que de 9 e 30 de abril, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) realizará, juntamente com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), o Congresso Virtual Internacional Economia Verde e Inclusão Socioprodutiva: o papel da agricultura familiar.
 
 O intuito dos organizadores é fazer um encontro virtual preparatório para a Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que ocorre duas décadas após a Rio-92. O resultado dos debates do Congresso serão levados para apreciação durante a Rio+20, que será realizada no Rio de Janeiro, entre os dias 13 e 22 de junho.
 
 O congresso será todo realizado pela internet. Para participar, os usuários precisam apenas de uma conexão à rede mundial e um endereço de e-mail. As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.congressorio20.org.br/sitio/. Após cadastrar-se, o usuário receberá um login e senha. Toda a participação se dará virtualmente, por meio de vídeos e fóruns. Cada um dos palestrantes gravará um vídeo de 20 minutos, que será, então, comentado por dois convidados. Após assistirem aos vídeos, os participantes poderão submeter suas opiniões e dúvidas; e ainda documentos, vídeos e relatos aos organizadores, que avaliarão o material para postagem no site (dúvidas pelo e-mail contato@congressorio20.org.br).  A participação no Congresso é gratuita – basta apenas preencher o formulário de inscrição no site.
 
 Acadêmicos de diversas áreas foram convidados para participar dos debates, que será em três eixos (desenvolvimento rural sustentável, soberania alimentar, e recursos naturais e produção e consumo responsáveis) e responder a perguntas dos usuários.
 
 Estão confirmadas as participações de Renato Maluf, professor do  curso de pós-graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)  e presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea); Ricardo Abramovay, professor titular da USP; e Tânia Bacelar, professora da UFPE, dentre outros especialistas.
 
 A palestra magna, que abre o congresso, será ministrada pela professora Tânia Bacelar. A primeira rodada de discussões terá como eixo central o Desenvolvimento rural Sustentável; seguido de Soberania Alimentar e Recursos Naturais e; por último, Produção e Consumo Sustentável. Cada eixo ficará aberto para os debates durante uma semana.
 
 O professor Renato Maluf, do Consea e do CPDA, que ministrará a palestra do segundo eixo juntamente com o professor Ricardo Abramovay, acredita que a conferência virtual é muito importante para ampliar o debate sobre temas que ainda são controversos e geram dúvidas. “A internet é um instrumento de comunicação muito poderoso, de tal maneira que essa discussão não ficará restrita a poucas pessoas e ajudará a melhorar a compreensão sobre os desafios do desenvolvimento sustentável”, afirmou.
 
 Ricardo abordará a relação da soberania alimentar com o uso sustentável dos recursos naturais. “Nesta relação, encontramos alguns desafios, como a promoção da soberania alimentar com o uso de recursos naturais, a necessidade de uma profunda revisão do atual modelo agrícola, especialmente aquela monocultura de grande escala e a elevada utilização de agrotóxicos. Por esse caminho podemos chegar à valorização da agricultura familiar diversificada, com base em um método agroecológico”, explica.
 
 O evento está sendo organizado pelo IICA e pelo MDA, por meio do Núcleo  de Estudos Agrícolas e Desenvolvimento Rural (Nead) e da Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT). Guilherme Abrahão, coordenador executivo do Nead e um dos responsáveis pela organização do congresso, afirma que o evento terá o importante papel de abrir um canal de comunicação entre o MDA e a sociedade civil como preparação para a Rio+20. “Com essa plataforma e esse curso, vamos antecipar a participação da sociedade na Rio+20”, argumenta.
 
 Guilherme explica que o grande desafio do MDA é colocar a agricultura familiar no centro da discussão. “A agricultura familiar é indutora do processo de desenvolvimento sustentável. O agricultor familiar tem a noção direta de que, preservando os recursos naturais, ele aumenta sua produção e produz por mais tempo”, completa.
 
 A consultora de meio ambiente da assessoria internacional do MDA, Carolina Rizzi Starr, também destaca o papel do evento como fórum de debates para a sociedade. “Esse Congresso será muito importante para mobilizar a sociedade civil para a discussão sobre o desenvolvimento sustentável, fomentando o debate para a Rio+20”, avalia.
 
 Carolina explica que qualquer pessoa de qualquer país poderá participar dos debates – basta se inscrever no site. Ela conta, porém, que o alvo será envolver participantes de países da América Latina, de onde virão alguns dos palestrantes. As palestras em espanhol contarão com legendas em português. Já os comentários poderão ser feitos em qualquer idioma, e serão todos traduzidos para o português.
 
 A possibilidade de participação de usuários internacionais é muito importante, sobretudo pela natureza global do evento como a Rio+20, mas também para elevar o número de participantes, que de acordo com Guilherme Abrahão, é ilimitado. A expectativa, no entanto, é de que entre cinco e dez mil pessoas participem dos debates. 
 
 

 
  Inscrições: http://www.congressorio20.org.br/sitio/
 
Informações: contato@congressorio20.org.br
 
Organização: Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Ministério do Desenvolvimento Agrário do Brasil (MDA), Núcleo de Estudos e Desenvolvimento Rural (NEAD/MDA).
 
Mais informações à imprensa:
Fernanda Tallarico – fernanda.tallarico@iica.int +55 61 2106.5425
Rodrigo Germano – rodrigo.germano@iica.int +55 61 2106.5429



publicado por fabiodeboni às 10:59
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 19 de Março de 2012
Rapidinhas

Notícia destaca que Embrapa quer priorizar agricultura mais "verde". CLIQUE AQUI e leia.

 

* * * * * * * * * *

 

A 100 dias da Rio+20 diversos são os desafios para serem debatidos na Conferência. CLIQUE AQUI e saiba mais.

 

* * * * * * * * * *

 

Na reta final de organização do VII Fórum Brasilleiro de Educação Ambiental, educadores ambientais se articulam para participação. CLIQUE AQUI e conheça a programação, recheada de oficinas, painéis e discussões.



publicado por fabiodeboni às 10:51
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 15 de Março de 2012
Depois da Rio+20?

O novo líder do governo na Câmara, Chinaglia, defende que o mesmo texto aprovado no Senado seja também aprovado na Câmara. Assim, ficaria mais fácil o caminho para aprovação do Código Florestal. CLIQUE AQUI e leia.

O problema é que nem ruralistas nem ambientalistas estão satisfeitos com o texto aprovado no Senado. Há um movimento da bancada ruralista de buscar o adiamento da votação para depois da Rio+20. Nos bastidores tentarão de todas as formas retirar o dispositivo no texto do senado que obriga a recomposição florestal de áreas consolidadas com agropecuária.

Agências de notícia informam que o governo estaria disposto a deixar esta votação para depois da Rio+20. CLIQUE AQUI e veja.



publicado por fabiodeboni às 11:11
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 14 de Março de 2012
Código Florestal

Mudança nas lideranças no Senado e na Câmara adia novamente a votação do Código Florestal. CLIQUE AQUI e leia.

 

SOS Mata Atlântica realiza nesta 4a feira na França uma manifestação contra o novo Código Florestal. CLIQUE AQUI e veja.



publicado por fabiodeboni às 10:54
link do post | comentar | favorito
|

quem sou eu?
pesquisar
 
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


Estatísticas de Acesso
arquivos

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

textos recentes

Repensando a filantropia

Lula e a destruição da me...

Análise política

Sensacionalista

Visão política

Entrevista - Boaventura

Fim do golpe?

A crise e a mídia

Marina

O silêncio de Marina

links
blogs SAPO
subscrever feeds