Política e Sustentabilidade sob um ângulo crítico
Quinta-feira, 28 de Junho de 2012
Código ruralista

A novela do novo Código Florestal continua no Congresso. O problema é que estamos presenciando o governo repetir no mesmo erro, qual seja, de entregar relatoria e negociações políticas sobre a matéria nas mãos do PMDB ruralista. CLIQUE AQUI e leia.

 

Na verdade a palavra "erro" é usada sob a nossa ótima. Na visão do governo, esta estratégia é muito pensada e revela a abordagem como ele pensa a condução desta matéria.

Todos sabem que Dilma nunca foi pró-ambientalista e, apesar de não declarar explicitamente, está muito mais alinhada com o discurso ruralista, do desenvolvimento e geração de divisas para o país. Talvez ela não perceba que, desta forma, entrega o galinheiro para as raposas cuidarem. Vale lembrar que a bancada ruralista é a mesma que evitou ao máximo a aprovação da PEC do Trabalho Escravo. É este tipo de desenvolvimento que queremos?



publicado por fabiodeboni às 13:44
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Gaspar Ferriche a 7 de Setembro de 2012 às 14:15
Ora gente os ruralistas estão somente se defendendo de ambientalistas que querem desapropriar suas areas sem nada pagar, a sociedade toda se quer assim deve pagar aos ruralistas as suas areas desapropriadas, devem pagar pelo reflorestamento, pois muitas dessas areas são mais que quatricentenarias no seu desmatamento , porque somente os atuais ocupantes tem de pagar por isso, muitas dessas terras foram desmatadas a seculos para alimentar a população cada vez maior. AS GRANDES CIDADES NÃO EXISTEM SEM A PRODUÇAO DE ALIMENTOS, SEM O CAMPO. O GRANDE PROBLEMA É O EXCESSO POPULACIONAL HUMANO CONCENTRADO EM CIDADES. Os ambientalistas devem dar o exemplo, cortar na propria pele, PAREM DE TER FILHOS, SE EXTINGAM, se mudem la pra o interior do Piauí ou pra Caatinga para viverem em harmonia com a natureza ou la pro meio da floresta amazônica junto com os indios.

A solução é simples (?????) é só extinguir a população das grandes cidades e o campo será um eterno paraíso ecológico, onde haverá comida para os seus habitantes, bastante cobras, lagartos, veados enfim toda fauna e flora e os ruralistas viverão em harmonia com o que a natureza lhes der e os animais herdarão a terra e serão felizes, sem a raça humana.

Ecologia radical é UTOPIA é preciso extinguir a especie humana.


comentar texto

quem sou eu?
pesquisar
 
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


arquivos

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

textos recentes

Repensando a filantropia

Lula e a destruição da me...

Análise política

Sensacionalista

Visão política

Entrevista - Boaventura

Fim do golpe?

A crise e a mídia

Marina

O silêncio de Marina

links
blogs SAPO
subscrever feeds