Política e Sustentabilidade sob um ângulo crítico
Terça-feira, 1 de Julho de 2008
Mudanças anunciadas no MMA

Nesta terça-feira o ministro Carlos Minc solicitou o cargo do atual Diretor de Educação Ambiental do MMA, o professor Marcos Sorrentino (foto abaixo), notícia que, apesar de ser de certa forma esperada pegou muitos educadores ambientais de surpresa.

As mudanças internas na equipe do MMA eram evidentes, e havia muita especulação acerca de quem poderia ficar, sair, chegar, etc.

 

 

Mais do que uma questão pessoal (todos sabem que sou amigo do Marcos Sorrentino e atuei algum tempo no DEA e na CGEA, portanto, contribuindo com a construção das ações do Órgão Gestor do período 2003 - 2008) é preciso levantar um debate acerca da continuidade ou não da política de EA que vinha sendo construída e implementada pelo Órgão Gestor. Abrindo outro parêntesis, fui acusado, inclusive, de estar defendendo interesses pessoais e de permanência no "poder". Sem entrar neste debate, é importante apenas ressaltar que não possuo qualquer vínculo profissional com o Órgão Gestor há cerca de um ano.

 

Olhando superficialmente o perfil do atual ministro no que diz respeito à Educação Ambiental e as conquistas construídas até agora, ficam algumas preocupações sobre a continuidade desta política. Algumas conquistas precisam ser enunciadas e demarcadas, afim de evitarmos eventuais retrocessos:

 

1. A própria constituição e atuação do Órgão Gestor da PNEA, com uma divisão de responsabilidades da EA no MMA e no MEC. Por exemplo: ação de EA nas escolas e nos sistemas de ensino é responsabilidade do MEC, e, penso eu, assim deveria continuar.

2. Apesar dos debates intermináveis na Rebea acerca de qual a corrente político-pedagógica destas políticas, é inegável que elas avançaram (se comparadas com o que era feito antes de 2003) em direção a um campo mais progressista da EA. Não quero entrar no debate sobre as diversas correntes e meandros destes campos, mas é inegável que o rumo tomado dialogava com correntes mais críticas da EA, guardando as diferenças que existem entre elas. O importante é perceber este processo num governo federal.

3. Só pra lembrar que foi feita uma pesquisa em 2005, na II Conferência Nacional do Meio Ambiente, que apontou que o programa considerado como o de melhor desempenho foi o de EA, conforme ilustra o gráfico abaixo:

 

 

Páro por aqui, pois já escrevi outros textos sobre o tema...

Seguimos atentos e acompanhando as mudanças anunciadas, torcendo sempre para que a EA seja a maior beneficiada por elas.

 



publicado por fabiodeboni às 19:48
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Luiz Felipe do Carmo a 8 de Julho de 2008 às 16:15
Fábio,
É muito engraçado a "revolta" de vocês quanto à mudança no Ministério do Meio Ambiente. Quando foi editada a MP 366 que dividiu o Ibama e criou o Chico Mendes e, "por esquecimento" acabaram com a CGEAM, eu não vi você se revoltar pela forma da política empregada. Você fez de conta que não viu. Ou você é muito cínico ou as acusações que lhe fazem sã
o justas.
O Sorrentino participou diretamente da extinção da CGEAM de forma golpista e traiçoeira.
A Educação Ambiental que ele defende, apesar do discurso, é uma EA domesticada.
Por isso, você é o que parece.

Passe bem.

Luiz Felipe do Carmo
Analista Ambiental do Ibama - PA



De Fernanda Domingos a 26 de Abril de 2013 às 15:30
Fábio, seu Blog é excelente, continue com a coragem de demonstrar o que você pensa, nesse mundo em que afinal "para fazer inimidos não é necessário declarar guerra, basta dizer o que pensa".

Abraços


comentar texto

quem sou eu?
pesquisar
 
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


arquivos

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

textos recentes

Repensando a filantropia

Lula e a destruição da me...

Análise política

Sensacionalista

Visão política

Entrevista - Boaventura

Fim do golpe?

A crise e a mídia

Marina

O silêncio de Marina

links
blogs SAPO
subscrever feeds